O Mundo é Grande demais, Para você ir Sozinho!

Relato: Travessia Meia Serra Fina

Por: Danilo Silva

Dias 19/20 de Maio de 2018.
Atendendo  algumas solicitações e depois de conversamos com alguns Staffs do grupo, decidimos realizar uma Meia Travessia da Serra Fina. Começando pelo Capim Amarelo e finalizando pela Pedra da Mina, Paiolinho.
Evento lançando, pessoas decididas à encararem esse 'pequeno' desafio e começava aquele que seria um dos desafios mais interessantes a ser realizado com 15 pessoas.
Durante semana, conversei com os diversos participantes, fizemos diversas compras, testamos produtos, fizemos treinos, reuniões até que finalmente chegou o tão aguardado dia 18/05/2018.
Nos encontramos às 20:00  rumo a nossa partida para Minas, por motivos alheios a nossa vontade, só conseguimos partir às 21h30, mas nada que atrapalhou o cronograma. Para na estrada para lanche e finalmente às 02:00 estávamos na fazenda, que dá acesso à toca do lobo, Pico do Capim Amarelo.
Começamos nossa subida às 02:30. Céu estrelado, uma imensidão de contraste que faziam nossos olhos brilharem. Conforme íamos subindo era possível ver as Luzes das cidades vizinhas e possível ver também uma mudança no tempo. O vento começou a ficar mais forte e a neblina aos poucos nos cobriu com seu manto.


Por volta das 05:10 alcançamos o Passo dos Anjos, nesse momento não era possível ter qualquer visualização de onde pisávamos. Tudo ficou 'branco demais' ( escuro ) também. Caminhávamos devagar, para não errar o passo e cair fora da trilha. Quem conhece o local, sabe que realmente um passo errado ou fortes ventos, nos fazem literalmente cair da trilha. A neblina tornou-se ainda mais forte, nesse momento já tínhamos atravessado o passo dos anjos e era quase 06:00, decidi então por questão de segurança pedir ao grupo para aguardar 30 minutos, esperançoso de que o dia Clareasse um pouco e nossos passos ficassem um pouco mais visível. O Sol, tímido, aparecia por trás da forte cortina de neblina e nos mostrava melhor o caminho. Cabe lembrar nesse momento, que nem todos que estavam ali, conheciam a rota e que tínhamos iniciantes em Montanhas. Iniciantes apenas em montanhas, mas pessoas bem preparadas, pois passaram por diversos treinos com o grupo.
06:30 a subida rumo ao Pico do Capim Amarelo era retornada, sem grandes surpresas, cume alcançando perto das 09:00.
A Neblina que estava forte, piorou e mal era possível enxergar nossos amigos à nossa frente. O vento ganhava mais força e não víamos qualquer sinal de melhora no tempo. A previsão do tempo, adiantou-se a massa polar, que todos esperavam na noite de domingo, chegou na manhã de sábado e mediante tal tempo, fizemos uma votação: acampar no cume ou retornar. Ganhou o Camping.
Barracas montadas, tudo pronto e s 11:00 a chuva chegou. Não era algo forte que assustasse e não havia descarga atmosférica. Mas foi o suficiente para ficarmos em nossas barracas nos aquecendo mais ainda.
Após a pausa da mesma, fizemos o almoço, regado com bastante gostosuras.
A tarde mais um momento de descanso e à noite um bom jantar para finalizar o dia e nos preparamos para o dia seguinte: A descida.
Domingo, dia 20/05/2018, amanheceu mais frio do que o anterior, só que o tempo estava aberto, o sol nascia e nos aquecia com seus calorosos raios. Todos resplandecentes com tamanha beleza do local, ficaram admirando o que estavam presenciando, já que durante a subida e o sábado todo, a unica coisa possível de ver foi o branco que a neblina pode proporcionar. Café da manha com tapioca, rap 10, café quentinho e bastante guloseima, abasteceu de coragem nossa linda equipe. E logos todos se dispuseram a descer.
A cada que faziam, mais se encantavam com o cenário mágico que aparecia às suas frente. Para uns a realização de um sonho, poder subir uma montanha como capim amarelo, para outros momentos de superação, para outros um treino. Cada um ali estava por um motivo e por tal realizou sua conquista individual.

Descemos sem nenhuma surpresa, encontramos amigos que estavam subindo.
Realizar a Meia Travessia da Serra Fina, com um grupo grande, parecia um loucura para uns, um sonho para outros e uma realidade para o grupo.
Temos a absoluta convicção de que teríamos feito de forma satisfatória e dentro do cronograma se a mudança de tempo, não tivesse ocorrido antes do esperado.
Medos, sonhos e desejos não ficaram para trás, foram realizados de forma concreta.
Toda a equipe de Staff se empenhou para que nossos amigos chegassem ao cume de forma segura. Utilizamos rádios e Spotgen 3 para completar a nossa segurança.
Saber os limites de todos é o mais importante numa montanha com o Capim Amarelo. Se tivéssemos feito a decisão errada de prosseguir, o exito não teria sido o mesmo. Pois soubemos depois que companheiros, que estavam realizando a Travessia completa da SF em um dia, tiveram que abortar pela Pedra da Mina, via Paiolinho, por conta do tempo e dos ventos que não arrastavam às pessoas.

Meu mais profundo agradecimento ao grupo que acreditou em nosso trabalho.
Ao time de Staffs que subiu junto para abrilhantar.
Ao nosso time de terra que ficou nos monitorando em tempo real.
Ao nosso Motorista dessa empreitada.
Agradecimentos à todos que nos acompanharam e fizeram dessa subida, mais uma inesquecível.
Trilhas&Passeios, o mundo é grande demais para você ir sozinho.!

Compartilhe:

3 comentários :

Inscreva-se em Nosso Canal

WHATSAPP: (11) 971811084

WHATSAPP: (11) 971811084

Menu

Arquivo

Total de visualizações de página